Érika Miranda não resiste a chinesa número 6 do mundo e está fora da Rio 2016

Brasileira cai nas quartas de final, vê sonho do ouro olímpico acabar e vai brigar pela medalha de bronze na repescagem

A luta era de gigantes e, como não poderia deixar de ser, bastante equilibrada. Porém faltando menos de 30 segundos para o fim da partida, a brasileira Érika Miranda, quarto lugar no ranking mundial, fez uma entrada de ataque equivocada, foi contra golpeada pela chinesa Ma Yingnan, atual numero 6 do mundo e está fora da briga pela medalha de ouro na categoria até 52 kg do torneio feminino de judô da Rio 2016. Agora, judoca brasileira vai enfrentar a romena Andreea Chitu em busca de uma vaga na disputa da medalha de bronze da repescagem.

 

Erika inicia a luta tentando utilizar a técnica de sacrifício e levar a chinesa para o chão. Na sequencia, as lutadoras se pegaram nas mangas e golas tentando desestabilizar a oponente. A chinesa tenta desestabilizar a brasileira que resiste e evita o golpe. A asiática tenta desestabilizar a base da brasileira que reage e projeta a adversária para o chão, mas os árbitros não consideram a pontuação. Mais uma vez, Érika tentou a entrada na chinesa, que resistiu, contra golpeou e tomou um wazari que definiu a luta e tirou a chance da brasileira brigar pelo ouro olímpico.

Copyright© 2007/2018 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.