Vira-virou! Brasil começa mal, mas vira o jogo e vence o México na estreia da Rio 2016

Apesar de abusar dos erros no primeiro set, time de Bernardinho reage e começa bem a busca pelo tricampeonato olímpico

Vira-Virou. Teve sufoco, teve susto, teve até derrota dupla nos desafios eletrônicos solicitados pelo técnico Bernardinho, mas, mesmo com o susto inicial, a seleção brasileira derrotou o México na estreia do torneio olímpico de vôlei masculino, repetindo o que já tinha acontecido nos sets inicias das campanhas vitoriosas de Barcelona-92 e Atenas-2004. Os primeiros pontos da partida deram a impressão que o Brasil teria muita dificuldade para vencer os mexicanos. Logo no inicio, uma jogada inusitada. Na disputa entre o ataque dos oponentes e o bloqueio brasileiro, a bola correu na fita e voltou para a quadra dos mexicanos que atacaram novamente e marcaram o ponto. Porém, após o nervosismo do set de estreia, os meninos do Brasil encaixaram o jogo, dominaram a partida e cravaram a vitória por 3 sets a 1(23-25, 25-19, 25-14 e 25-18), incendiando Maracanãzinho na comemoração do primeiro triunfo dos atuais vice-campeões olímpicos, que buscam a terceira medalha de ouro na categoria.

 

BRASILEIROS ABUSAM DOS ERROS INDIVIDUAIS E MÉXICO SAI NA FRENTE

 

Com os jogadores brasileiros abusando dos erros individuais, o México cresceu e dominou o primeiro set. Como no torneio olímpico não temos mais os intervalos técnicos sempre que um dos times atinge 8 e 16 pontos, o técnico Bernardinho se viu forçado a parar o jogo ainda no começo da disputa e fazer que os jogadores percebessem a importância da vitória na estreia. Porém, as coisas não estavam dando certo para o time da casa. O jogo brasileiro não encaixou e o México administrou a vantagem à frente do placar durante todo o set que terminou após Bernardinho solicitar um desafio, confirmando a bola boa de Guerra, fechando o set em 25 a 22.

 

MELHOR NOS FUNDAMENTOS, BRASILEIROS FORÇAM O SAQUE E EMPATAM A PARTIDA

 

O segundo set começou equilibrado com os dois times disputando ponto a ponto até o décimo ponto. Após a passagem de Lucarelli pelo saque, o time de Bernardinho reagiu e tomou conta da partida. Bruninho passou a distribuir mais as bolas, fazendo o jogo brasileiro deslanchar. O destaque do set foi a passagem de saque do central Eder que consolidou a vantagem a seleção brasileira. O técnico mexicano até tentou mexer no time para reagir, mas com o saque errado de Daniel Vargas, o time canarinho fechou o set em 25 a 19 e empatou a partida em 1 a 1.

 

MEXICANOS SE DESCONCENTRAM, BRASIL VENCE O SET E VIRA O JOGO

 

O Brasil abriu a contagem no terceiro set, mas o bom rali do segundo ponto, que só terminou com o erro de Lucarelli, mostrou que as coisas não seriam tão fáceis quanto pareciam no meio da passagem anterior. Porém, com bela atuação de Wallace, o time brasileiro retomou as rédeas da partida. A torcida foi ao delírio quando o técnico Bernardinho solicitou o desafio eletrônico que comprovou que o ataque foi dentro, confirmando o oitavo ponto brasileiro. A seleção mexicana perdeu a concentração e os donos da casa aproveitaram para ampliar a vantagem. A seleção brasileira passou a administrar a vantagem de, no mínimo, 5 pontos e na parte final do set forçou o jogo para ampliar o placar e  fechar em 25 a 14.

 

TIMES DIMINUEM RITMO E BRASIL FECHA O JOGO SEM SUSTOS

 

No último set, os dois times desaceleraram o ritmo das outras passagens. Os brasileiros saíram na frente e cravaram o primeiro ponto da disputa. Os mexicanos equilibraram a partida, mas no terço final, os comandados de Bernardinho mantiveram a calma e no ataque de Lucão, que desviou no bloqueio adversário, fechou o set em 25 a 18, vencendo a partida por 3 sets a 1, para alegria da torcida presente no Maracanãzinho.

Em busca do tricampeonato olímpico, a seleção brasileira masculina de vôlei volta à quadra para enfrentar o Canadá, na próxima terça, dia 9/8, às 22h35m. Os mexicanos pegam a França no mesmo dia. Estados Unidos e Itália completam o grupo.

 

FICHA TÉCNICA:

 

Brasil 3 x 1 México

Local: Ginásio do Maracanãzinho
Data: 7 de agosto de 2016 (Domingo)
Horário: 22h (de Brasília)

 

Levantadores
Bruninho (Modela/Itália)
William (Sada Cruzeiro)
Raphael (Funvic/Taubaté)

 

Opostos
Wallace Souza (Sada Cruzeiro)
Evandro (Suntory/Japão)
Wallace Martins (Brasil Kirin)

 

Centrais
Lucão (Modela/Itália)
Isac (Sada Cruzeiro)
Sidão (Sesi-SP)
Éder (Sada Cruzeiro)
Maurício Souza (Brasil Kirin)

 

Ponteiros
Murilo (Sesi-SP)
Lucarelli (Funvic/Taubaté)
Lipe (Funvic/Taubaté)
Lucas Lóh (Brasil Kirin)
Douglas (Sesi-SP)

 

Líberos
Serginho (Sesi-SP)
Tiago Brendle (Brasil Kirin)

 

Técnico: Bernardinho

Copyright© 2007/2016 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.