Sob a batuta de Cavani, Uruguai bate Portugal e encara França nas quartas

Atacante inferniza vida dos lusitanos, marca duas vezes e coloca sul-americanos nas quartas de final. Muito marcado, CR7 não tem um bom dia e dá adeus à Copa

 

 

A seleção do Uruguai deixou algumas marcas na primeira fase da Copa do Mundo. Marcas que foram confirmadas na vitória de dois a um sobre Portugal, neste sábado, em Sochi. Mostrando o que tem de melhor, o time de Óscar Tabárez impressionou pela solidez defensiva que mostrou durante toda a partida, anulando as ações mais perigosas dos portugueses e não dando a mínima chance para Cristiano Ronaldo desfilar seu talento. Tudo bem que os holofotes estão sempre sobre o craque português, eleito cinco vezes o melhor do mundo, mas a tarde era da dupla de ataque dos sul-americanos, que infernizaram a vida dos defensores lusitanos. Foi de uma linda troca de passes com Suárez que Cavani abriu o placar no primeiro tempo e, após o gol de empate de Pepe, no início da segunda etapa, receber linda bola de Nandes para recolocar os bicampeões do mundo novamente à frente do placar. Com uma disciplina tática exemplar, os atletas albicelestes jogaram com inteligência, esperaram o momento certo de atacar, foram competentes nas finalizações e estão classificados para as quartas de final da Copa. Aos campeões da europa resta esperar pela próxima oportunidade de conquistar o mundo.

 

 

1º TEMPO: GRANDE JOGADA DO ATAQUE URUGUAIO E RONALDO MARCADO DE PERTO

 

A partida começou equilibrada. Portugal tentou com Cristiano Ronaldo que driblou o zagueiro e entregou para João Mário que cruzou para Bernardo Silva cabecear por cima da meta. Logo em seguida, o craque português tabelou com Silva e bateu no gol para boa defesa de Muslera. Cavani dominou a bola no lado direito, girou e fez uma linda virada para Suárez na ponta esquerda. Luisito colocou a bola no chão e cruzou de volta para Cavani. O atacante entrou pelas costas da defesa portuguesa e cabeceou sozinho, abrindo o placar, sem chances para Rui Patricio. O time português não se abateu com o gol e, apesar do adversário bem fechado no campo de defesa, construía bem as jogadas nas infiltrações pelo meio, principalmente nas bolas que passavam pelos pés de seu principal jogador.

 

 

Suárez recebeu na estrada da área e foi derrubado por Fontes. O mesmo Luisito bateu com força, por baixo da barreira, fazendo o goleiro português se esticar para fazer a defesa no canto esquerdo e colocar de lado. Na sobra Bentacur ainda tentou o chute, mas a bola bateu na zaga e foi para fora. Os sul-americanos defendiam muito bem e conseguiam bloquear bem as descidas do time lusitano. Guerreiro achou Gonçalo Guedes na entrada da área. O atacante girou e foi derrubado. Falta que Cristiano Ronaldo bateu em cima da barreira, perdendo uma bela oportunidade. As ações ofensivas apareciam dos dois lados. Cáceres faz grande jogada na entrada da área, dribla o zagueiro e tenta o ataque, a zaga corta e espirra para Cavani que domina errado e deixa escapar.

 

 

2º TEMPO: EMPATE PORTUGUÊS, MAIS UM DE CAVANI E CLASSIFICAÇÃO NA RAÇA

 

Na segunda etapa, Portugal precisava buscar mais o jogo e empatar a partida. Com isso, o time de Fernando Santos aumentou a pose de bola e foi se aproximando do gol de Muslera. Após cobrança de escanteio, a bola se ofereceu para Guerreiro que emendou uma bomba, mas jogou por cima do gol adversário. Logo depois, Bernardo Silva cruzou, João Mário deixou deu um toquinho de letra para Adrién Silva que chegou chutando. Mais uma vez a bola foi para escanteio. Na cobrança curta, Guerreiro levantou na área, a zaga saiu sobre Cristiano Ronaldo e Pepe subiu mais alto que todos para empatar a partida. O time uruguaio reagiu e quando Portugal ameaçava virar o placar, Muslera fez lançamento para o campo de ataque. Nandés dominou e deu um tapa na esquerda para Cavani que dominou e bateu com consciência, no canto esquerdo, deslocando Rui Patrício, recolocando o Uruguai na frente do placar.

 

 

Em cruzamento na área, Muslera foi defender em dois tempos, a bola escapou de sua mão, quicou e sobrou para Bernardo Silva que, com o gol livre, chutou por cima da meta, perdendo grande oportunidade de empatar a partida. Na sequência, Cavani sentiu a perna e saiu de campo escorado por Cristiano Ronaldo. O autor dos dois gols uruguaios precisou ser substituído por Stuani. Portugal tentava se aproveitar do momento de incerteza dos adversários. Quaresma cobrou escanteio para CR7, a zaga afastou e Guerreiro chegou chutando por cima do gol. O camisa vinte estava impossível e achou Adrien Silva que perdeu nova oportunidade. Na frente do placar, os uruguaios tentavam sair no contra-ataque. Suárez tomou de Raphael Guerreiro e lançou para Cristían Rodriguez livre de marcação. O meia latino errou o domínio e viu a bola se perder na linha de fundo. Nos acréscimos, o goleiro Rui Patrício ainda foi para a área tentar o cabeceio, mas não houve tempo para mais nada.

 

 

PRÓXIMA PARTIDA

 

Após a classificação, os uruguaios de Suárez e Cavani vão a Ninji Novgorod, onde enfrentam a forte seleção da França na próxima sexta, dia 6/7, às 15h00. Assim como aconteceu mais cedo com a Argentina de Messi, Cristiano Ronaldo e Portugal também estão fora da Copa da Rússia, naquela que também pode ter sido a última partida do CR7 em Copas do Mundo.

 

FICHA TÉCNICA
URUGUAI 2 X 1 PORTUGAL

 

Local: Sochi
Data: 30 de junho de 2018 (Sábado)
Horário: 15h (de Brasília)

 

Árbitro: Cesar Ramos (MEX)

 

Gols: Edinson Cavani 7’/1ºT, 17’/2ºT (Uruguai) e Pepe 10’/2ºT

 

Cartões amarelos: Cristiano Ronaldo (Portugal)

 

URUGUAI: Fernando Muslera; Martín Cáceres, José Giménez, Diego Godín e Diego Laxalt; Nahitan Nández (Carlos Sánchez), Lucas Torreira, Matías Vecino e Rodrigo Bentancur (Cristian Rodríguez); Luis Suárez e Edinson Cavani (Cristhian Stuani)
Técnico: Óscar Tabárez

 

PORTUGAL: Rui Patrício; Ricardo Pereira, Pepe, José Fonte e Raphaël Guerreiro; Bernardo Silva, William Carvalho, Adrien Silva (Ricardo Quaresma) e João Mário (Manuel Fernandes); Gonçalo Guedes (André Silva) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Fernando Santos

Copyright© 2007/2018 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.