Acabou com o jogo! Mbappé marca duas vezes e coloca França nas quartas

Na força da juventude, franceses fazem quatro a três na Argentina, despacham os “hermanos” e esperam vencedor de Uruguai e Portugal

 

 

Copa do Mundo sempre foi solo fértil ideal para que as sementes do bom futebol germinem e deem frutos da melhor maneira possível. E nada melhor que uma partida decisiva para um desses frutos mostrar que é um dos grandes jogadores da atualidade. Depois de deixar a desejar na primeira fase da competição, os franceses contaram com uma atuação perfeita do meio campo Mbappé, de apenas dezenove anos, e venceram a Argentina, por quatro a três, neste sábado, em Kazan. O jovem atacante marcou duas vezes, sofreu o pênalti convertido por Griezmann e só não participou diretamente do segundo gol, marcado por Pavard. Os argentinos diminuíram Di María, Mercado e Agüero e, apesar da vontade, eram um bando em campo. Em nenhum momento conseguiu manter a mínima organização defensiva, se fiando nas investidas de Banega e Messi para tentar organizar suas jogadas de ataque. Os franceses poderiam ter construído um placar melhor se tivessem caprichado nas finalizações e levado a partida um pouco mais a sério. A diferença era tão grande que poderia ter sido decidida no primeiro tempo se não fosse o preciosismo do ataque francês. Na partida em que Didier Deschamps, capitão do título mundial dos “Bleus”, se tornou recordista de jogos no comando da seleção de seu país, foi o jovem Mbappé que roubou a cena e deixou claro não ser apenas uma semente e, sim, um dos frutos mais vistosos da Copa do Mundo na Rússia. Com a vitória, os franceses avançaram para as quartas de final e a Argentina volta pra casa, naquela que pode ter sido a última partida de Lionel Messi em Mundiais.

 

 

1º TEMPO: MBAPPÉ “BOLT”, PÊNALTI E GOLAÇO DE DI MARIA

 

Os franceses começaram acelerando a partida, principalmente explorando a velocidade de Mbappé. Na primeira arrancada do meia, ele foi acertado por Mascherano na entrada da área. Falta que Griezmann, com categoria, cobrou de perna esquerda e a bola explodiu no travessão de Armani. Messi tentou responder tabelando na intermediária francesa, mas a bola sobrou para Mbappé que aprontou uma correia para cima da defesa argentina. O francês passou por cinco adversários e foi derrubado por Marcos Rojo dentro da área. Em cima do lance, o árbitro assinalou o pênalti e deu cartão amarelo para o zagueiro. Griezmann bateu quase no meio do gol, deslocando o goleiro para deixar os franceses em vantagem no placar.

 

 

A Argentina ainda se recuperava do gol sofrido quando Pogbá lançou Mbappé, novamente em velocidade no meio da defesa argentina. O atacante francês ganhou na corrida e foi derrubado na meia lua por Tagliafico. Pogbá foi para a cobrança e mandou por cima da meta para alívio de Armani. Em seguida, foi a vez de Griezmann que driblou Tagliafico e cruzou rasteiro. Armani defendeu em dois tempos. O time sul-americano tentava se organizar. Messi estava muito bem marcado, o que limitava as ações do time de Sampaoli. Banega era quem buscava as jogadas, como já havia acontecido na partida com a Nigéria. No final da primeira etapa, Tagliafico recebeu cobrança de lateral do lado esquerdo do ataque, tabelou e achou Di Maria sozinho na intermediária. Sem marcação, o atacante ajeitou, girou e soltou a bomba no ângulo esquerdo de Lloris, empatando o jogo e enlouquecendo a apaixonada torcida argentina.

 

 

2º TEMPO: VIRADA ARGENTINA, CONSAGRAÇÃO DE MBAPPÉ , VIRA-VIROU E VAGA FRANCESA

 

No início da segunda etapa, a sorte dos argentinos novamente se manifestou. Após achar o gol de empate no fim do primeiro tempo, os “Hermanos” viraram o jogo logo aos dois minutos. Messi recebeu livre na entrada da área e chutou na direção de Lloris, Mercado apareceu no meio do caminho e desviou. A bola morreu no fundo das redes francesas, virando o placar, em Kazan. Os “Bleus” não se abalaram com a virada. Em jogada pelo meio do campo, Griezmann recebeu de letra de seu companheiro, Fazio tentou atrasar, deu um toque a mais na bola e tirou do goleiro Armani. O meia francês se antecipou e finalizou com o gol vazio. Por sorte dos argentinos, a bola foi para fora. Na sequência, Hernandez recebeu lançamento na ponta esquerda e cruzou de primeira para Pavard, na ponta direita da área. O lateral direito chegou em velocidade, bateu de primeira, cruzado e acertou o ângulo do goleiro argentino e empatando a partida novamente.

 

 

Após o empate, os franceses passaram a controlar mais a partida. Assim como no gol de empate, o lateral esquerdo francês foi lançado na linha de fundo e cruzou para Matuidi. O francês bateu de primeira, a bola pegou na zaga e sobrou para Mbappé que driblou o marcador e chutou por baixo do goleiro Armani para fazer o terceiro da França no jogo. Mais um belo gol dos europeus. Após a virada, os franceses retomaram de vez o controle da partida. O goleiro Lloris iniciou jogada que passou por Umtiti e Matuidi até Giroud escorar para Mbappé. Infernal, o meia passou pela defesa sul-americana, invadiu a área e tocou na saída de Armani para fazer seu segundo gol no jogo.

 

 

Com quatro a dois no placar, a França passou a explorar melhor o contra-ataque. Pogbá passou pela marcação e achou Giroud no lado esquerdo da área. O atacante bateu forte e a bola foi na rede pelo lado de fora. Os argentinos ainda tentavam reagir. Aguero escapou pela esquerda e tentou cruzamento, mas a zaga cortou. Messi recebeu na entrada da área, passou por dois franceses, porém bateu fraco e Lloris defendeu. Nos acréscimos, Messi avançou pela direita e cruzou na medida para Kun Aguero subir sozinho e diminuir novamente. No último lance, Mascherano tentou pelo lado direito. Na inversão da jogada a bola sobrou para Meza que arriscou, mas viu a bola sair por cima da meta. Sem tempo para mais nada, o árbitro encerrou o jogo.

 

 

PRÓXIMA PARTIDA

 

Os franceses seguem para as quartas de final e voltam a campo na próxima sexta, dia 6/7, para enfrentar o vencedor de Uruguai e Portugal, em Ninji Novgorod. Aos argentinos resta esperar um ciclo mais tranquilo até a Copa do Qatar.

 

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 4 X 3 ARGENTINA

 

Local: Kazan
Data: 30 de junho de 2018 (Sábado)
Horário: 11h (de Brasília)

 

Árbitro: Alireza Faghani (IRN)

 

Gols: Antoine Griezmann 13’/1ºT, Benjamin Pavard 12’/2ºT, Kylian Mbappé 19’/2ºT e 23’/2ºT (França) e Ángel Di María 41’/1ºT, Gabriel Mercado 3’/2ºT e Sergio Agüero 48’/2ºT (Argentina)

 

Cartões amarelos: Marcos Rojo, Nicolás Otamendi, Javier Mascherano, Éver Banega, Marcos Rojo (Argentina); Blaise Matuidi, Benjamin Pavard e Olivier Giroud

 

FRANÇA: Hugo Lloris; Benjamin Pavard, Raphaël Varane, Samuel Umtiti e Lucas Hernández; N'Golo Kanté e Paul Pogba; Kylian Mbappé (Florian Thauvin), Antoine Griezmann (Nabil Fekir) e Blaise Matuidi (Corentin Tolisso); Olivier Giroud
Técnico: Didier Deschamps

 

ARGENTINA: Franco Armani; Gabriel Mercado, Nicolás Otamendi, Marcos Rojo (Federico Fazio) e Nicolás Tagliafico; Enzo Pérez (Sergio Agüero), Javier Mascherano e Éver Banega; Cristian Pavón (Maximiliano Meza), Lionel Messi e Ángel Di María
Técnico: Jorge Sampaoli

Copyright© 2007/2018 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.