Emocionante! Alemanha renasce e vence a Suécia com gol redentor de Kroos

Após errar passe que originou o gol escandinavo, volante alemão marca no último minuto e recoloca campeões do mundo na luta pela vaga nas oitavas de final

 

 

Às vezes, na vida, nos vemos em situações que podem nos levar do céu ao inferno em questão de segundos. Dizer coisas em horas impróprias, uma escolha infeliz ou a tomada de decisão errada, são fatores que levam embora o que planejamos durante anos. Quando isso acontece, nos cabe assumir as responsabilidades e trabalhar dobrado para reparar o que fizemos de errado. No esporte não é diferente e o que se viu na tarde deste sábado, na vitória de dois a um da Alemanha sobre a Suécia, em Sochi, foi um clássico caso de superação. Depois de errar o passe que originou o gol escandinavo, o volante Tony Kroos, um dos melhores passadores do planeta, não se abateu. Pelo contrário, manteve a concentração e continuou buscando as oportunidades de gol durante toda a partida. O esforço foi premiado no último minuto. Em cobrança de falta perfeita, Kroos se redimiu. Acertou o ângulo do goleiro Olsen, fazendo o gol da vitória e ajudando a os atuais campeões do mundo a renascer na competição. Futebol é mais que um esporte. É exemplo disfarçado de diversão e sempre que transborda do campo, nos leva a pensar nas entrelinhas da vida, onde temos a necessidade de reconhecer nossos defeitos e procurar melhorar a cada manhã. A Alemanha virou o jogo, como nós nos viramos problemas, nas viradas dessa vida. Sem desistir. Jamais!

 

 

ERRO DE KROOS, SUÉCIA NA FRENTE E DRAMA GERMÂNICO

 

Os campeões do mundo começaram a partida dispostos a mostrar que a derrota para o México foi um acidente. Logo no primeiro lance, Thomas Müller desceu pela esquerda e cruzou, a bola passou por toda área sueca e ninguém alcançou. Sem seguida foi a vez de Werner, pela direita, entrar na área e bater com força. O goleiro Olsen fez grande defesa e a bola sobrou para Reus que perdeu uma excelente oportunidade de abrir o placar. Draxler recebeu na ponta esquerda e cruzou, a bola passou dentro de toda pequena área e tirou tinta da trave de Olsen. A Suécia respondeu com Berg que arrancou na velocidade em excelente contra-ataque. O atacante foi derrubado por Boateng dentro da área e pediu pênalti, mas o árbitro Szymon Marciniak mandou o lance seguir. O volante Rudy disputou bola com Toivonen e tomou uma pancada no nariz e teve que ser atendido. Depois de quase quatro minutos fora de campo, acabou substituído por Gundogan.

 

Kroos passou errado. Berg ficou com a bola e passou para Claesson lançar Toivonet, que entrou na área em velocidade, ganhou de Boateng, matou no peito, deixou a bola quicar, e encobriu Manuel Neuer. O goleiro alemão saiu mal e teve que buscar a bola no fundo da rede. Os tetracampeões tentavam mostrar que não se abateram com o gol. Kroos arriscou de fora da área, Olsen fez grande defesa, a bola sobrou para Müller na linha da pequena área, mas o atacante alemão foi desarmado e caiu pedindo pênalti. Os suecos seguiam com as melhores oportunidades. Forsberg saiu pela ponta direita e cruzou, a bola passou por toda área e sobrou no lado esquerdo para Claesson, que teria ótima condição de ampliar o placar, mas foi desarmado pela defesa. Os alemãs responderam com Boateng que arriscou de fora da área, mas o chute saiu à esquerda do goleiro. No último lance da primeira etapa, Larsson desceu pela meia direita e levantou a bola para Berg. O autor do gol desviou e Neuer fez grande defesa para evitar o segundo da Suécia.

 

 

EMPATE, PRESSÃO ALEMÃ E GOL REDENTOR DE TONY KROOS NO ÚLTIMO MINUTO

 

O segundo tempo começou da maneira que todos esperavam. A Alemanha, que com a derrota estava eliminada da Copa, colocou o atacante Mário Gomez no lugar do meia Draxler e partiu com tudo para virar o jogo. Aos dois minutos, Timo Werner escapou pela esquerda e cruzou para Reus, de joelho, mandar a bola para o fundo da rede sueca, empatando a partida e recolocando a Alemanha na competição. Logo em seguida, Kroos foi à linha de fundo e cruzou para Müller cabecear e ver a bola sair à esquerda do gol. Timo Werner seguia impossível pelo lado esquerdo. Dessa vez, o atacante achou o volante Hector que dominou e bateu para boa defesa de Olsen. Kimmich fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Rues. O atacante tentou de letra, mas não alcançou a bola que saiu em tiro de meta. A Alemanha seguia pressionando. Rüdiger recebeu bola atrasada na entrada da área sueca e levantou para Mário Gomez que entrou sozinho e perdeu uma chance incrível. Depois, driblou o marcador e cruzou para o corte de Lindelof, que se antecipou a Müller e quase jogou contra o próprio gol.

 

Na cobrança do escanteio sueco, a zaga alemã cortou e Forsberg emendou de primeira para Neuer encaixar bem e não dar rebote. Boateng, que já tinha cartão amarelo, acertou o atacante Berg e foi expulso pelo árbitro suíço. Na cobrança da falta, o goleiro alemão errou a passada e quase perdeu o tempo a bola, mas se recuperou e socou a bola para linha de fundo. A pressão alemã continuou, mesmo com um jogador a menos. Mário gomes perdeu mais uma chance inacreditável ao cabecear sozinho e ver o goleiro Olsen buscar a bola no ângulo e espalmar para escanteio. Nos acréscimos Brandt soltou uma bomba da intermediária e a bola explodiu na trave direita da Suécia, na Sobra Werner tentou, mas o bandeira assinalou o impedimento do atacante. No último minuto, os alemães conseguiram uma falta no lado esquerdo da área. Em cobrança ensaiada, Reus ajeitou para Kroos que bateu com efeito. A bola foi em curva, no ângulo esquerdo de Olsen, desempatando a partida e recolocando o time de Joachim Löw na Copa do Mundo.

 

 

PRÓXIMA PARTIDA

 

Após a primeira vitória na Copa da Rússia, os alemães decidem sua sorte na próxima quarta, dia 27, quando precisam vencer a Coreia do Sul, em Kazan, para se classificar. A Suécia também precisa da vitória na última rodada e encara o México, líder do grupo, no mesmo horário, em Iekaterimburgo.

 

FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 2 X 1 SUÉCIA

 

Local: Sochi
Data: 23 de junho de 2018 (Sábado)
Horário: 15h (de Brasília)

 

Árbitro: Szymon Marciniak (POL)

 

Gols: Ola Toivonen 32’/1ºT (Suécia); Marco Reus 3’/2ºT e Toni Kroos 50’/2ºT (Alemanha)

 

Cartões amarelos: Albin Ekdal (Suécia) e Jérôme Boateng (Alemanha)

 

Cartões vermelhos: Jérôme Boateng (Alemanha)

 

ALEMANHA: Manuel Neuer; Joshua Kimmich, Antonio Rüdiger, Jérôme Boateng e Jonas Hector (Julian Brandt); Sebastian Rudy (Ilkay Gündogan) e Toni Kroos; Thomas Müller, Julian Draxler (Mario Gómez) e Marco Reus; Timo Werner
Técnico: Joachim Löw

 

SUÉCIA: Robin Olsen; Mikael Lustig; Victor Lindelöf, Andreas Granqvist e Ludwig Augustinsson;
Viktor Claesson (Jimmy Durmaz), Sebastian Larsson, Albin Ekdal e Emil Forsberg; Marcus Berg (Isaac Kiese Thelin) e Ola Toivonen (John Guidetti)
Técnico: Janne Andersson

Copyright© 2007/2018 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.