Suárez marca pela primeira vez na Rússia e Uruguai está nas oitavas de final

Mesmo com atuação burocrática, Celeste vence, elimina a Arábia e faz a festa de Luizito, ao completar cem partidas com a camisa uruguaia

 

  

Pode não ter sido da maneira que os torcedores uruguaios esperavam. Não teve goleada e muito menos um grande jogo de futebol, mas o dia era de festa para Luis Suárez, que completou sua centésima partida vestindo a camisa da seleção, marcou seu gol e ajudou o Uruguai a vencer a Arábia Saudita, por um a zero, em Rostov, carimbando a classificação para as oitavas de final, pela terceira Copa seguida. Que a Celeste Olímpica tem uma das melhores duplas de ataque que estão na Rússia, ninguém duvida. Salta aos olhos que ambos tem se esforçado durante as partidas para deixar seus gols e levar o time uruguaio adiante, mesmo perdendo grandes oportunidades. Quando se tem jogadores do nível de Suaréz e Cavani, chegar ao fundo das redes dos adversários parece questão de tempo. Apesar da partida ruim, com muita marcação e nível técnico baixo, os sul-americanos conquistaram a classificação vão decidir com a Rússia na próxima semana que fica com o primeiro lugar do grupo. Do lado Saudita, o time de Antonio Pizzi se conformou com a derrota e, durante toda a partida, deu a impressão de estar satisfeito de perder por um gol, já que havia sido goleado pelos donos da casa na primeira rodada.

 

 

COMEÇO LENTO, GOL DE SUÁREZ E FESTA PELOS CEM JOGOS ATACANTE

 

A primeira etapa começou sonolenta por parte das duas equipes que se limitaram a estudar os primeiros movimentos adversários. Composta por jogadores com nível técnico mais elevado, a seleção uruguaia marcava a saída de bola dentro do campo de defesa dos sauditas, criando as melhores oportunidades, quase sempre pelo lado esquerdo do ataque. Primeiro, Cavani recebeu de Cáceres e jogou pra fora, depois, Suárez bateu quase sem ângulo e perdeu boa oportunidade. A Celeste pressionava e a zaga árabe cortava da maneira que dava. Aos vinte e dois minutos escanteio pelo lado esquerdo. Na cobrança, o goleiro Al-Owais passou batido pela bola e Luizito Suárez escorou de pé esquerdo para colocar os uruguaios na frente do placar e fazer seu primeiro gol na Copa da Rússia. Um presente para o atacante do Barcelona que comemorou sua centésima partida pela seleção de seu país. Após o gol uruguaio, a partida ganhou movimentação, Cavani recebeu sozinho dentro da área, mas a zaga Saudita cortou. Na sequência foi a vez de Hatan bater da intermediária e Muslera espalmar para escanteio. Um minuto mais tarde, Shahrani passou pela marcação e centrou na área para Hatan, que perdeu mais uma oportunidade. Nos minutos finais do tempo regulamentar, o volante Al Jassim escorregou na entrada da área e se contundiu, precisando ser substituído pelo meia Al-Moghawi. Como havia acontecido na primeira rodada, a dupla de ataque uruguaia procurava bastante o jogo, mas faltava capricho na armação das jogadas por parte do meio campo.

 

 

POUCOS ATAQUES E CLASSIFICAÇÃO URUGUAIA NA SEGUNDA ETAPA

 

Quando Suárez cobrou falta de longe e o goleiro saudita fez grande defesa evitando o segundo gol uruguaio antes dos cinco minutos da etapa final, imaginava que, assim como fez a Rússia, na estreia, a equipe latina partiria para cima e aproveitaria para fazer um bom saldo de gols. Porém, o que se viu no desenrolar da segunda etapa em Rostov, se surpreendeu com a falta de qualidade técnica apresentada pelas equipes, principalmente pelos sul americanos. Os primeiro quinze minutos da etapa complementar foram de absoluta sonolência e preguiça dos jogadores. Incomodado, o técnico Óscar Tabárez colocou Torreira e Laxalt nos lugares de Vecino e Cristian Rodriguez. Logo na sequeência, Carlos Sanchéz tentou de peixinho e jogou pra fora. O jogo ficou monótono. O Uruguai esperava o tempo passar e confirmar a classificação para as oitavas de final, os árabes pareciam aliviados por não sofrem nova goleada depois de perder de cinco a zero no primeiro jogo. Aos trinta e quatro minutos, Torreira tentou de longe, Cavani desviou de cabeça no meio do caminho e quase marcou o segundo. Aos quarenta, avançou sozinho, passou pelo zagueiro e bateu na saída de Al-Owais que fez uma grande defesa. Daí, até o apito final, as equipes não fizeram mais nada de interessante.

 

 

PRÓXIMA PARTIDA

 

Com a vitória, o Uruguai está classificado para as oitavas de final e, na próxima segunda, dia 25, encara a Rússia, às 11h00, em Samara, para saber quem fica com a primeira posição do grupo. Os donos da casa jogam pelo empate e os uruguaios terão que vencer para ficar com a liderança. No mesmo horário, Arábia Saudita e Egito, que já estão eliminados, cumprem tabela  em Volgogrado.

 

FICHA TÉCNICA

URUGUAI 1 X 0 ARÁBIA SAUDITA

 

Local: Rostov Arena - Rostov

Data: 20 de junho de 2018 (Quarta)

Horário: 12h (de Brasília)

 

Árbitro: Clement Turpin (FRA)

 

Gols: Luis Suárez 23’/1ºT (Uruguai)

 

Cartões amarelos: nome (pais)

 

URUGUAI: Fernando Muslera; Gullermo Varela, José Giménez, Diego Godín e Martín Cáceres; Carlos Sánchez (Nahitan Nández), Matías Vecino (Lucas Torreira), Rodrigo Bentancur e Cristian Rodríguez (Diego Laxalt); Edinson Cavani e Luis Suárez

Técnico: Óscar Tabárez

 

ARÁBIA SAUDITA: Mohammed Al-Owais; Mohammed Al-Burayk, Osama Hawsawi, Ali Al-Bulayhi e Yaseer Al-Shahrani; Taisir Al-Jassim (Hussain Al-Mogahwi), Abdullah Otayf, Salem Al-Dawsari, Salman Al-Faraj e Hatan Bahbir (Mohamed Kanno); Fahad Al-Muwallad (Mohammed Al-Sahlawi)

Técnico: Juan Antonio Pizzi

Copyright© 2007/2018 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.