Que sufoco! No apagar das luzes, Irã vence Marrocos com gol contra nos acréscimos

Atacante marroquino, que entrou durante a partida, se atrapalha no final, marca contra e vê Irã pular na frente na estreia do Grupo B

 

 

Um jogo de defesas. Assim podemos classificar a vitória do Irã sobre Marrocos, por um a zero, em São Petersburgo. A partida que marcou o início da disputa no Grupo B foi equilibrada. Apesar de procurar mais o gol durante a partida, o time marroquino pecou nas finalizações e acabou sendo castigado nos acréscimos. O atacante Bouhaddouz tentou cortar o cruzamento na área e marcou contra. Do lado iraniano, a marcação precisa acabou premiada por um erro do adversário. Com Portugal e Espanha como protagonistas do chaveamento, estrear com vitória era fundamental para o time que desejasse ser mais que um mero coadjuvante e tivesse ambições de buscar a classificação se um dos dois gigantes tropeçarem. As coisas ficaram menos difíceis para os iranianos.

 

 

FORTE MARCAÇÃO, JOGO DE DEFESAS E PRIMEIRO TEMPO SONOLENTO

 

A seleção marroquina começou melhor, forçando as jogadas e buscando o gol. O time iraniano se defendia e tentava conter o ímpeto dos africanos. Aos 17 minutos, Boussoufa lançou na área, após batida de cabeça da zaga iraniana, Belhanda bateu com força, mas a bola explodiu na zaga, na sequencia, em outro bate e rebate, Benatia chutou para defesa de Beiranvand. Os iranianos respondiam na medida do possível, mas o jogo era truncado e com poucas oportunidades. Na segunda metade do primeiro tempo, ambas as equipes se abriram um pouco mais na busca pelo gol. Os marroquinos tentavam as descidas pelo direito e os adversários respondiam nos contra ataques. No fim da primeira etapa, os iranianos ocuparam mais os espaços e quase abriram o placar em São Petersburgo. Aos 42, Azmoun recebeu a bola e chutou no canto esquerdo, obrigando o goleiro do Irão a fazer grande defesa, na sobra Jahanbakhsh tentou e o goleiro, novamente evitou o gol. Dois minutos mais tarde, Safi cobrou falta perigosa, mas a bola sai por cima do gol.

 

 

PRESSÃO MARROQUINA, GOL CONTRA E VITÓRIA IRANIANA 

 

A segunda etapa começou a primeira, com o time marroquino dominando as ações e criando as melhores oportunidades de gol. Logo aos três minutos, Harit recebeu sozinho no lado esquerdo da área, mas isolou a bola e desperdiçou boa chance. O técnico do Irã, Carlos Queiroz resolveu mexer na equipe para dar mais mobilidade às chegadas de seu time e sacou o capitão Shojaei, que já tinha cartão amarelo, colocando o atacante Mehdi Taremi. Aos 27 minutos, um susto. O lateral direito Amrabat caiu com o rosto no chão, bateu a cabeça e perdeu momentaneamente os sentidos. O jogador tentou voltar ao campo, mas a equipe médica marroquina vetou o retorno do atleta que foi substituído pelo volante Sofyan. Os árbitros andam caprichando nos acréscimos e Cuneyt Çakyr, não fez diferente, dando seis minutos de tempo extra. Os iranianos aproveitaram para pressionar o tentar seu gol. Ghoddos escapou pela esquerda e foi derrubado por Sofyan Amrabat. Falta lançada na área, o atacante marroquino Bouhaddouz tentou cortar e marcou contra, para a alegria dos torcedores do Irã que comemoraram apenas a sua segunda vitória na história das Copas.

 

 

PRÓXIMA PARTIDA

 

Na quarta, dia 20, os marroquinos enfrentam a seleção portuguesa, às 9h00, em Moscou. Já a seleção iraniana encontra os espanhóis, também na quarta, às 15h00, em Kazan.

 

FICHA TÉCNICA
MARROCOS 0 X 1 IRÃ

 

Local: São Petersburgo (RUS)
Data: 15 de junho de 2018 (Sexta)
Horário: 12h (de Brasília)

 

Árbitro: Cuneyt Çakyr (TUR)

 

Gols: Aziz Bouhaddouz (contra) 49’/2º T

 

Cartões amarelos: Karim El Ahmadi (Marrocos), Masoud Shojaei, Alireza Jahanbakhsh e Karim Ansarifard (Irã)

 

MARROCOS: Munir; Achraf Hakimi, Romain Saïss, Medhi Benatia e Nordin Amrabat (Sofyan Amrabat); Karim El Ahmadi, Amine Harit (Manuel da Costa), Mbark Boussoufa, Younès Belhanda e Hakim Ziyech; Ayoub El Kaabi (Aziz Bouhaddouz)
Técnico: Hervé Renard

 

IRÃ: Alireza Beiranvand; Ehsan Hajsafi, Morteza Pouraliganji, Roozbeh Cheshmi e Ramin Rezaeian; Omid Ebrahimi (Majid Hosseini), Vahid Amiri, Masoud Shojaei (Mehdi Taremi), Karim Ansarifard e Alireza Jahanbakhsh (Saman Ghoddos); Sardar Azmoun
Técnico: Carlos Queiroz

Copyright© 2007/2018 - COMENTANDO.COM.BR - Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.